terça-feira, 18 de outubro de 2011

Naquelas Horas

NAQUELAS HORAS…

Tenho aspirações momentâneas,
Assim no semblante da noite,
Imagino aquele que hás-de ser
Ansiando por isso
Esperando que acordes,
Desse estado de obscuridade,
E que anseies pelo que foges.

Nestes momentos de plena melancolia
Pura agonia…

Será que no dia em que acordares
Não terei eu já desistido?
Partido à aventura?
À descoberta de novos povos e terras?

Talvez quando a matutina manha
Finalmente chegar…
E eu na minha cama de Bela Adormecida acordar,
Tu já, em pezinhos de lã,
Ter-te-ás vindo deitar a meu lado,
Ou a noite a mim me tenha trazido
A paz por que tanto anseio,
A felicidade por que tanto procuro!


Sem comentários:

Enviar um comentário

Ola! Gostaste do post? Tens alguma opinião sobre o assunto?
Comenta ;)
Saudações Negras

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...