terça-feira, 22 de novembro de 2011

Camisola de Gola Alta…

Camisola de Gola Alta…

Bem, Hoje,
22 de Novembro de 2011,
Vesti a primeira Gola Alta
Da estação hibernal
Que nos apresentam!

A verdade
É que esta gola alta
De mais cariz simbólico
E sentimental,
Foi o que neste dia
Gélido e nublado
Me aconchegou
Quando tudo me desaconchegava
Quando tudo me maltratava.
Apesar de depois no desenrolar do dia
Ter parado de chover e o sol espreitado…
A minha alma permaneceu fria!

As ultimas semanas,
Fatídicas essas,
Todo o meu mundo
Se alterou
E em fumo, longínquo,
Lá, ao fundo, nas serras afuniladas,
Saindo de pequenas chaminés,
Se tornou!

As esperanças
Ou meras réstias delas
Desvaneceram…
Naquele momento,
Em que vi luz, mesmo lá no fundo,
E percebi que não era capaz de mudar ninguém,
Que por muito que tentasse,
As minhas forças não chegariam,
Para te converter…
Bem, a partir desse momento,
Olhei em frente,
Tomei as rédeas da minha vida,
Vi o que queria fazer,
Tracei um objectivo,
E 48 horas depois,
Com a vitória perante o objectivo
Ganhei forças para encarar os meus dias…
Vi que era capaz,
Capaz de tudo o que eu quisesse.

Bem, o estagio também acabou,
Perdi a Zita,
Foi difícil perder a Zita,
Nunca pensei,
Que aquela pessoa,
Que ao inicio via
Como uma assustadora personagem
Começou a fazer parte do meu dia,
Ganhou a confiança que poucos tiveram,
Leu tudo o que escrevi em 8 reflexões…
As relações do estágio
Estão a alterar-se,
Começamos a conhecer-nos melhor…
E, bem, isso é mau…
A afilhada que ia ter,
Já não vou ter,
Quem eu pensava estar esquecido,
Bem, não me sai da cabeça
E por mais que tente
Ontem estragou tudo!
Achava-me vacinada anti-charme
Mas não, não sou tão invencível,
Tão independente e controladora
Dos meus próprios sentimentos…
Bem, vi e provei que afinal,
Não sou capaz!

Quem me amparou,
Nestes momentos,
Mais complicados,
Hoje embarcou rumo ao Brasil,
Durante duas semanas,
Deixa-me abandonada,
Às minhas próprias escolhas e decisões,
Bem, não sei se conseguirei,
Fazer opções correctas,
Com o coração corrompido,
Como se encontra…

Eu sou capaz!
Mas não sei se quero ser capaz…



:D

Sem comentários:

Enviar um comentário

Ola! Gostaste do post? Tens alguma opinião sobre o assunto?
Comenta ;)
Saudações Negras

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...