sábado, 5 de novembro de 2011

Filha do meu coração

Filha do meu Coração
17 de Abril de 2007 – 30 de Dezembro de 2008

Luana,
De teu nome,
Princesa do meu coração,
Amor da minha vida,
Amei-te no dia em que nasceste,
Eras linda,
Adoptei-te como minha

Fui “mãe” solteira
Duma filha de quatro patas,
Era muito jovem,
Talvez não soubesse o que fazer
Talvez tenha errado,
Tentei educar-te à minha maneira,
Mas morreste em sofrimento.

Durante a tua estadia na Terra,
Aprendeste a dar beijinhos
Como uma pessoa adulta,
“Luana, dá beijinho à mãe!”
E a Luana dava.

Naquele quintal de minha casa,
Em plena Primavera e Verão
Quando a gingeira dava fruta,
Lá ias tu apanhar
Aquelas mais maduras,
As que se despendiam da arvore,
Trazia-las na boca,
Orgulhosa com o teu troféu,
E deitavas-te nas minhas pernas,
Não há colo como o colo da mãe,
E tu sabia-lo,
Sujavas-me as calças todas
Com o sumo das ginjas maduras.

Como estávamos em tempo de aulas
Raramente nos víamos
Mas assim que sentias a minha presença
Desatavas a correr, euforicamente, histericamente.
Dois dias antes de ficares doente
Brincamos tanto,
Comeste um osso, no meu colo,
Corremos juntas, demos beijinhos…

Dois dias depois
Estavas magra, doente apática,
Já não conseguias comer.
Passaste o dia todo no colo da tua mãe
Demos-te de comer e foi o que te matou,
Vomitaste e o liquido foi para os pulmões,
Entraste em hipotermia
E fomos para o veterinário,
Fiz-te prometer que voltavas a casa
E foi o que aconteceu
Iluminaste-te quando viste casa
E morreste no meu colo
Viveste para o meu colo e nele morreste
Em 24 horas perdi-te, A ti meu amor,
Fazes-me tanta falta, tenho tantas saudades,
Amei-te, amo-te e amar-te-ei sempre,
Minha princesa, minha Lua, minha vida.
                                                                                              Em memória de ti, Luana,
7 de Janeiro de 2009

Sem comentários:

Enviar um comentário

Ola! Gostaste do post? Tens alguma opinião sobre o assunto?
Comenta ;)
Saudações Negras

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...