quarta-feira, 25 de setembro de 2013

September # 29 # Uma crónica: Maior empregador de Portugal: O Bono

Bono, tem nome peculiar, parece máfia russa, mas além do nome também o seu método empreendedor é peculirar!
Bono, emprega as mais diversas profissões, faixas etárias, escolaridades, não rejeita ninguém, não tem pré-requisitos, só quer trabalhadores com ou sem experiência!

Eu confesso que volta e meia perco a cabeça e trabalho para ele. Nunca o vi, nunca o conheci ou sequer fomos apresentados, não marca presença nem nas festas da empresa.... A ÚNICA coisa que sei é que TRABALHO PRO BONO!

E porque perco a cabeça?

Bem, além dos rígidos horários, não paga subsídio de férias, nem de Natal, muito menos alimentação, fará 13º ou 14º ou até subsídio de transporte!

Além da inexistência de nenhuma dessas regalias, também não paga salário, nem o mínimo, não se desconta para a Segurança Social, nem conta como experiência profissional nem como horas de serviço!

Não tens direito a senhas de refeição, queres comer, leva de casa!

Água? Do cano, roubada da torneira da casa de banho, quando ninguém está a ver, que é para não morrer de desidratação.

Papel higiénico, há, às vezes, quando calha, outras meras folhas de jornal sugestivas!

Realmente, a falta de trabalho e emprego é notória, no entanto, é preciso na mesma quem faça as coisas, aí aparece o Bono e traz os seus empregados, que para ocuparem o dia remedeiam a situação!

É assim que se vive!
Viva o empreendedorismo.



Sem comentários:

Enviar um comentário

Ola! Gostaste do post? Tens alguma opinião sobre o assunto?
Comenta ;)
Saudações Negras

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...