domingo, 10 de agosto de 2014

Como é fácil ter os pés no UK

Por mensagem privada, por sms's, pessoalmente, muitos são os curiosos e os que querem saber mais para também irem, a pergunta mais frequente é: Como arranjaste trabalho tão rápido em Inglaterra, é um trabalho fidedigno?

Por isso decidi fazer este post

Alguns pontos sobre o meu recrutamento!

1º Ponto - No UK eles precisam muito de profissionais de saúde, logo acaba por ser mais fácil para mim e para outros como eu!

2º Ponto - Eu vou através de uma agência que trabalha no recrutamento e integração de enfermeiros no sistema de saúde inglês [aconselho sempre a encontrar empresas recrutadoras na vossa área, porque é sempre alguém com experiência que vos pode ajudar em todo o processo!]

3º Ponto - Eu fui duas vezes ao Porto, fizeram-me duas entrevistas e um teste de conhecimentos!

Tudo começou com uma chamada telefónica, mal enviei o meu CV, a Ana estava online, ligou-me para me fazer uma pseudo entrevista para analisar o meu nível de inglês falado e também de alguns termos técnicos.

Depois chamaram-me para uma apresentação do hospital e para a realização de um teste de conhecimentos mínimos, doses de medicação, gostas de perfusões e um caso clínico.

O terceiro contacto foi a entrevista, com 2 enfermeiras do hospital para o qual me candidatei, uma entrevista muito específica, composta por 10 perguntas, 4 sobre mim e 6 sobre situações clínicas
O que farias em x caso!
Respostas sempre focadas no interesse e bem estar do utente, na comunicação de tudo aos nossos superiores e à nossa equipa, no registo de todas as ocorrências, em reportar todas as situações devidamente e o saber lidar com as queixas e reclamações.
[teoricamente eles trabalham muito na satisfação do utente, dos profissionais e da família (na prática ainda vamos a ver)]

Neste 3º contacto fiquei logo a saber que uma das vagas era minha afinal eram 30 vagas e um número de candidatos inferior às vagas, logo mal terminava a entrevista os dois entrevistadores discutiam entre si e analisavam as notas e logo diziam se aceitavam o candidato ou não!

4º Ponto Não assinei qualquer contrato

Para exercer no UK, tal como em Portugal é preciso estar-se inscrito na Ordem dos enfermeiros, a ordem de lá é um bocadinho mais burocrática e mais dispendiosa [mas pelo menos é um investimento com retorno garantido, coisa que em Portugal isso não acontece] também temos o azar de ser de um país de língua diferente da língua do país do meu destino, logo todos os documentos oficiais e fundamentais tem de ser traduzidos, o que demora ainda mais tempo.

Além disso, segundo uma lei inglesa para trabalhar para a «função pública» temos de ter como documento de identificação o passaporte, por isso ainda me sobram uns meses para toda a papelada estar tratada!

5º Ponto Como foi tudo tão rápido?

é verdade, enviei o Cv no domingo e na quarta-feira já tinha emprego!

Tive sorte, respondi a um e-mail cuja proposta estava a terminar, as entrevistas eram mesmo naquela semana, se mandasse o CV 3 diitas depois já não iria a tempo e teria de esperar por entrevistas para outro hospital, tal como os candidatos que se candidataram àquela mesma proposta quando ela apareceu!

NOTA 1:
Não partam à aventura, saiam do conforto das vossas casas apenas com contratos fidedignos, com referências, depois da entrevista, com o caminho bem definido, com dinheiro no bolso para se aguentarem no 1º mês enquanto não recebem ordenado, e claro, com dinheiro para apanharem o primeiro avião de volta a Portugal, caso a coisa não vos pareça fidedigna!

NOTA 2:

É normal que recebam um e-mail com uma proposta, que vos pedem para assinar e datar, onde diz que eles tem muito prazer em vos receber, a minha dizia a carga horária, o serviço para o qual fiquei destacada e o valor do salário e vem assinado por eles.

Isto não é um contrato!
Mas sim uma proposta, ao assinarem dizem que realmente, concordam com a proposta e que estão interessados no trabalho.
Este eu assinei sem qualquer problema.

Mas qualquer outro tipo de contrato, sem qualquer contacto prévio, sem entrevista por skype ou presencial, ou sem ser através de nenhuma agência pode ser falcatrua, por isso muita atenção! 
Eu sou extremamente desconfiada e duvido de tudo e mais alguma coisa por isso faço questão de averiguar tudo até ao mais ínfimo pormenor!

Qualquer dúvida, podem-me contactar para o e-mail sramliberdade@gmail.com, por mensagem privada, para a nossa página de facebook ou para o meu perfil pessoal, no que eu puder ajudar, é garantido que eu o vou fazer!

Ah e acima de tudo, sejam felizes!



Sem comentários:

Enviar um comentário

Ola :)
Leste?
Então toma a Liberdade de comentar...
Só com as vossas opiniões podemos melhorar!

Saudações Negras

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...