quinta-feira, 25 de dezembro de 2014

O 1º Natal longe de casa!

Aos 23 anos, Mariana Liberdade, saí de casa, muda de país, e passa o Natal longe da família...

É verdade, em 2014 parou-me o cérebro e eu mudei...

Mudei para esta terra, para este fim do mundo à direita, ainda tudo é novo, ainda tudo é fresco... 
Eu e mais 12 meninos perdidos, não tivemos oportunidade de ir a casa este Natal :[ e por cá ficamos... 

E o Natal, foi simplesmente diferente, não foi triste.... não foi solitário... foi diferente... foi estranho... não parecia Natal, mas foi Natal...

Eu tenho uma nova família... é verdade, tenho a minha... aquela de Portugal... que ninguém me tira.... que é minha e só minha... e tenho a minha família do UK...

Sempre ouvi dizer que família não se escolhe... e é verdade... não escolhi nenhuma delas... mas aos poucos e de repente, estes meninos perdidos sem Peter Pan foram-se tornando a minha família... às vezes (muitas vezes) apetecia-me andar à estalada com eles (tal e qual como a minha irmã) muitas vezes lhes resviro os olhos, muitas vezes me zango, muitas vezes gargalho com eles, e quando eu preciso são eles que vem a correr atrás de mim quando a saudade aperta e eu fujo, foram eles que cuidaram de mim quando estive doente, que foram comigo ao médico, são estes meninos que me abraçam sempre que eu preciso ou simplesmente porque sim, são eles que quando eu me arranjo um bocadinho mais me perguntam aonde vou... são eles que me aconselham (e eu não gosto) são eles que estão a viver esta aventura comigo! 

SÃO A MINHA SEGUNDA FAMÍLIA!

E a cada dia que passa se nota mais o clima familiar em que vivemos, sim, porque a gente também stressa uns com os outros, mas tal como em casa... mandamos uns berros, amuamos, vamos para o quarto e no outro dia passa... FAMÍLIA ... ahah

Tal como numa família temos as pessoas com quem nos identificamos mais, temos aquelas de que nos afastamos porque a personalidade é tão parecida que cria patalisca..., mas no fim de contas acabamos à mesa a rirmo-nos com as prendas que cada um deu a cada um... É entre família que as raparigas dão boxers a rapazes, é na família que se podem mandar frascos de vaselina com mensagens intrínsecas que ninguem leva a mal!

A minha nova família....

Uma família que fala de caca à mesa, e ninguém pede desculpa ou fica enojado looool Viva uma família de enfermeiros ahahahahahahahahah!

Uma família que trabalha contigo e que te acusa de teres coçado o turno todo e só teres trabalhado durante 90 minutos ahahahahah...

Sim, é esta a minha nova família e eu gosto muito dela! E não a trocava por nada! AHAHAHAHAH

Trabalhar na véspera de natal: a experiência!

Normalmente no Natal tinha 15 dias de férias, não havia estágio nem trabalho... então nunca tinha experienciado semelhante coisa! 
Dia 24 de Dezembro
pela fresquinha (6:45) saí de casa rumo ao hospital sem saber o que me esperava... comecei o dia de trabalho Às 7:30 e adorei o dia.... cocei basicamente o dia todo, entre duas altas e doentes confusos mas independentes, passei o dia muito bem ahah... com os doutores e as enfermeiras a cantarem canções de Natal... foi bonito! foi awesome! ahah
O espírito do Natal muda tudo... o Gabriel andava a rir-se que nem uma criança, o resto do staff andava bem disposto... eu coçava looool  



Mas quando chegou a hora de trabalhar eu também trabalhei... que remédio... ahahahahah

20:10 estava eu a abandonar o hospital...

às 21 estava a arranjar-me e às 22:00 já tinha umas hastes de rena com sininhos na cabeça... foi bonito e emocionante!

E éramos 14 à mesa... uma mesa gigante... uma experiência a recordar!



 











Não faltou o bacalhau, não faltou a alternativa ao bacalhau, não faltou o vinho, não faltou a rabanada, não faltou as prendas [sim porque nós agora somos ricos :P] não faltou o amor... não faltou as briguinhas, não faltou o carinho, não faltaram sorrisos, não faltaram lágrimas [faltaram os nossos papás, e aqueles que amamos lá do nosso Portugal... mas fora isso... nada faltou]

PORQUÊ? PORQUE SOMOS UMA FAMÍLIA!

Um NATAL DIFERENTE, mas garantidamente UM NATAL!

E claro com o monte de prendas sempre a aumentar foi quase impossível manter-me actualizada... 
A última foto que tirei, foi 24 horas antes do Natal:


Eu recebi tanta prendinha...

O meu antigo passarinho azul dizia-me: «Não preciso de Nada, tudo o que eu quero eu compro!» eu passava-me e não compreendia... este natal eu também não esperava nada, porque neste momento tenho oportunidade de tudo o que quero... compro! 

Então todas as prendinhas que recebi foram espectaculares e bem recebidas!


A MONTANHA DAS PRENDAS



A minha amiga secreta deu-me um robe [que eu era a única que não tinha] e uma máscara para os olhos da Minnie [sim que eu adoro a Minnie e o Mickey mas nunca pensei que tivesse dado sinais disso, afinal ela apanhou-me]




De casa também chegaram prendas...
A minha mãe numa tentativa [falhada] de me tornar saúdavel mandou-me um fato de treino
O tradicional pijama e chinelos para o dia de natal também não faltaram!
E duas camisolinhas novas também tradição da minha família!


E ainda recebi mais prendinhas dos meus meninos perdidos:


A Duda talvez sem saber, deu-me o meu chocolate preferido e um marcador de livros do meu mês


A minha Ana Lúcia deu-me uma garrafa, deu-me uma escova de andar na carteira e um kit de pedicura borboletas!


A Cristina deu-me um set de agenda mais caneta!


A minha Joana Chinesa deu-me uma gola linda e uma embalagem de gomas [que eu gosto pouco de gomas também ahahahahahah]


A Andreia deu-me umas meias riquinhas e uma gola bem quentinha ;)


E o Pedro deu-me um Livro :)

Que mais eu posso pedir este Natal?

Juízo? AhAh talvez!

Estive longe, não foi o meu tradicional Natal, mas foi um Bom Natal!

1 comentário:

  1. animação não faltou e ainda bem :)

    http://beautyshinewoman.blogspot.pt/

    ResponderEliminar

Ola! Gostaste do post? Tens alguma opinião sobre o assunto?
Comenta ;)
Saudações Negras

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...