terça-feira, 21 de abril de 2015

Carta ao próximo ótario que tratar a minha melhor amiga como um jogo...

Sim, tu aí....
Que tencionas magoa-la, espezinha-la, ignora-la depois de palavras mansas e gestos ternos...

Tu que te revelarás mais um erro na sua vida...

Tu que a vais fazer derramar lágrimas por promessas vãs que desperdiçaste...

Conheces por acaso a minha melhor amiga? Sabes que é linda, sim, eu também sei. Sabes que é simpática, sim, eu também sei. Sabes que é engraçada, sim, eu também sei. Mas conheces o coração dela? Sabes porque muitas vezes ri sozinha? Sabes porque às vezes mexe naquela madeira de cabelo? Sabes o que a faz sofrer muitas vezes sem dizer nada a ninguém? Pois não sabes, eu sei, eu dei-me ao trabalho de a conhecer, tu simplesmente achaste que por casualidade ela era um bom troféu para a tua colecção, achaste que era um coração puro pronto a amar-te sem te esforçares muito.

Alguns te antecederam, {sim, é verdade, essa ideia estupida de a magoar já não é original... tenta outra} e espero que algum merecedor de semelhante Mulher te suceda muito brevemente...

Eu serei a pessoa que mais te vai odiar mas que serei a tua maior apoiante. Sim, é verdade.

Quando ela suspirar e eu suspeitar que a irás magoar, eu irei odiar-te com tanta ira que se ódio matasse tu explodirias em segundos... mas nessa altura irei apoiar, «sim, luta por ele....» «ele parece ser diferente...» blá blá blá... Porque se realmente fores o melhor para ela (ou mesmo o pior) eu prefiro que ela sofra por ter dado a oportunidade e aí eventualmente superar-te quando for tempo disso, do que vê-la sofrer nunca sabendo o traste que poderias ser ou se serias um potencial sapo-príncipe...

Sim, és um traste, mas ela é uma das melhores pessoas da minha vida, amo-a como a uma irmã! 

Mas ela não está sozinha, desapoiada e desprotegida como pensas... não ela ter-me-à sempre a mim no virar da curva... sempre... e quando lhe começares a mostrar que és, o ser humano errante que és, eu estarei lá...

Estarei lá quando determinares «Game Over», estarei lá quando ela achar que o mundo é o pior sítio para se viver...

Estarei la durante todo o processo de luto que ela fará à tua pessoa e ao tempo «desperdiçado».

E estarei lá até aparecer aquele que vai descobrir o que significa o brilhar dos seus olhos, o que significa os seus «ok's» vazios ou os «pois» com desdenho, vai saber o que significa cada sorriso, vai ver mais além e vai conhecê-la melhor que eu... aí sim, estarei nas bancadas a aplaudir os sucessos e apoiar durante as adversidades da vida, sim que eu sei perfeitamente que nada é perfeito sem haver pequenas imperfeições para podermos dar valor aos bons momentos...

Por isso, tu aí que tencionas tratar a minha melhor amiga como um jogo, estás preparado para me ter como a tua inimiga nº1? 
Não tenciono conhecer-te....

Prometi-lhe um dia que tudo ia correr bem... 

Senão tencionas amá-la e ser o seu tudo... apressa-te... que eu gosto de cumprir as minhas promessas e a minha menina merece tudo de melhor e merece que tudo corra bem! *

2 comentários:

  1. Tive que vir aqui reler. E terei. cada vez que estas (estes?) merdas me voltarem a passar à frente. Raramente comento em anónimo, mas hoje tinha de comentar e tinha de te agradecer por tudo que tens feito e aturado de mim. Mesmo do outro lado, és quem me compreende melhor e me ouves, neste caso lês sem apontar o dedo. Nunca irá ser suficiente agradecer a tua amizade e as tuas palavras. Adoro-te.

    E que isto nunca me faça perder a capacidade de amar, gostar e ter esperança.
    Beijinhos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. estarei aqui sempre, sejas anónima ou tu própria! amo te como uma irmã!

      Eliminar

Ola! Gostaste do post? Tens alguma opinião sobre o assunto?
Comenta ;)
Saudações Negras

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...