sábado, 24 de outubro de 2015

Liberdade Negra de Luto... Campanha de sensibilização à Leucemia em memória de Dora Pereira

O mês de Outubro é o mês de apoio ao Cancro da Mama...



No entanto, aqui na Liberdade Negra estamos de luto porque a leucemia levou a melhor da nossa amiga Dora Pereira....



A Dora Pereira era parceira da Liberdade Negra, fez vários passatempos connosco, fez meninas felizes, fez-me feliz... era uma amiga...
Uma Lutadora...


A última vez que falamos ela estava a lutar cheia de força, com grandes perspectivas sobre a possibilidade de um transplante de medula... e eu prometi-lhe que iria fazer uma campanha de sensibilização À doação de medula óssea, à Dádiva de sangue, infelizmente não consegui cumprir a promessa enquanto ela estava na sua luta, A Dora não sobreviveu a luta, e é com um enorme pesar que estas palavras são escritas...
Deixou um grande feito, A Carolina, a sua filhota, que está quase a fazer 5 aninhos!
Deixou um marido...
Deixou uma marca no coração de todos que conheceu!

A Dora Deixa Saudade e Deixa uma família...
Deixa os passos de uma Luta que eu quero honrar!



A Dora queria explicar ao mundo que doar medula óssea já não é o processo doloroso que foi em tempos!

AGORA PARA DOAR MEDULA BASTA TIRAR SANGUE!

O PORTAL DA SAÚDE ESCLARECE TODAS AS DÚVIDAS! LINK

Como posso ser dador de medula óssea?
Se tem entre 18 e 45 anos, 50 kg de peso (no mínimo), não é portador de doenças crónicas ou autoimunes e não recebeu uma transfusão de sangue desde 1980 e gostava de ser dador voluntário de medula, informe-se junto dos Centros de Sangue e Transplantação de Lisboa, Porto e Coimbra.
Após manifestar intenção de ser dador, deverá preencher um pequeno questionário clínico que será avaliado por um médico. Caso não haja nenhuma contraindicação, vai ser chamado para fazer alguns testes. Se tudo estiver bem, os seus dados serão guardados numa base informática nacional e internacional.
O anonimato e a confidencialidade são rigorosamente mantidos.
O que é o CEDACE?
CEDADE é a designação abreviada de Centro Nacional de Dadores de Medula Óssea, Estaminais ou de Sangue do Cordão. Na prática, trata-se do Registo Nacional de Dadores Voluntários de Células de Medula Óssea, criado em 1995, com o objetivo de responder a doentes que necessitavam de um transplante mas não tinham dador familiar compatível.
O que é a medula óssea?
A medula óssea é um tecido de consistência mole que preenche o interior dos ossos longos e as cavidades esponjosas de ossos, como por exemplo os da bacia.
É nesse tecido que existem células progenitoras, ou seja, com capacidade para se diferenciarem e dar origem a qualquer célula do sangue periférico. São as chamadasstem cell ou células progenitoras/estaminais, em português. Estas células renovam-se frequentemente, mantendo um número relativamente constante.
Apesar de genericamente se falar de transplantação de medula óssea, de facto o que se faz é uma reinfusão ou transfusão no doente de células progenitoras retiradas da medula do dador. Estas células saudáveis vão substituir as células doentes e são responsáveis pela formação de novas células saudáveis. Mas para que o transplante tenha sucesso, as células saudáveis devem ser o mais possível compatíveis com as células do doente.
Como se processa a colheita de células de transplantação óssea?
Existem dois processos de colheita de células para transplantação de medula:
  • Colheita a partir da medula óssea - Células progenitoras colhidas do interior dos ossos pélvicos. Requer geralmente anestesia geral e uma breve hospitalização;
  • Colheita de células progenitoras periféricas - Colheita feita no sangue periférico, geralmente a partir de uma veia do braço, através de um processo chamado aférese, em que o dador tem de tomar previamente um medicamento que é um fator de crescimento que vai fazer aumentar a produção e circulação de células progenitoras no sangue periférico.
Além destes dois métodos, existe ainda outra fonte de células progenitoras que são as células do cordão umbilical. Neste caso, após consentimento prévio da mãe, as células são colhidas do cordão umbilical quando o bebé nasce. O cordão umbilical tem uma percentagem muito elevada de células progenitoras mas como a quantidade geralmente é pequena, são utilizadas, sobretudo, na transplantação de crianças.
Qual a probabilidade de encontrar um dador compatível?
Considerando todas estas abordagens, aproximadamente 80 por cento de todos os doentes têm, pelo menos, um potencial dador compatível. Esta percentagem subiu significativamente (em 1991 era 41 por cento) depois do esforço que foi feito mundialmente no recrutamento de dadores. Só que nem todos os doentes para os quais foi identificado um dador idêntico chegam à fase do transplante.
Pode um dador desistir do processo após saber que é compatível com um doente?
Como voluntário o dador não tem nenhuma obrigação legal. Um potencial dador com compatibilidade com um doente que necessite de transplante de medula pode, por diversas razões, retirar-se do processo. As decisões individuais serão sempre respeitadas.
Contudo, uma decisão tardia relativamente à desistência pode ter riscos muito graves para o doente. Uma mudança de atitude no final do processo pode ser fatal para um doente que está a fazer preparação para o transplante.
É perfeitamente natural que apareçam duvidas, hesitações ou mesmo recusas quando um dador é contactado. Mas depois de ponderados os prós e contras, o dador deverá tomar uma decisão e saber que, se for alterada tardiamente,  irá afetar não só o próprio mas também o doente.
Quem paga o processo da doação?
Todos os procedimentos médicos que envolvem a doação são cobertos pelo subsistema de saúde do doente, bem como as viagens e outros custos não médicos. Os únicos custos que poderão vir a ser imputados ao dador são os referentes ao tempo que necessita despender no processo de doação.
Só se pode dar medula uma vez?
Não, a medula é um tecido que se regenera rapidamente, pelo que é possível fazer mais do que uma dádiva.

JÁ PENSASTE EM DOAR SANGUE OU MEDULA?

Muita gente se pergunta para quê fazê-lo... o mal nunca nos toca a nós, nós somos IMUNES a qualquer maleita... NENHUM BICHO NOS PEGA...

E SE POR ACASO A LUTA TE TOCASSE A TI?

E SE POR ACASO TIVESSES DE LUTAR COMO A NOSSA AMIGA DORA? NÃO QUERIAS TER A CHANCE DE PODER ABRAÇAR A TUA FAMÍLIA DURANTE MUITOS ANOS?

ATENÇÃO
HÁ IMENSAS HISTÓRIAS FELIZES!

O P* tem uma prima enfermeira que hoje vive na Holanda com marido, conheceram-se ele estava a ser tratado no IPO de Coimbra, entrou em remissão, voltou à sua vida normal, reencontraram-se  anos mais tarde, apaixonaram-se e hoje são felizes com filhos e gatos!

Mas ele teve essa oportunidade e «sorte»...

Porque não dás, tu também, a oportunidade a um desconhecido?

Informa-te!


DOE MEDULA
DOE SANGUE
SEJA UM SUPER HERÓI DOS TEMPOS MODERNOS!





RIP Dora, jamais serás esquecida!

Sem comentários:

Enviar um comentário

Ola! Gostaste do post? Tens alguma opinião sobre o assunto?
Comenta ;)
Saudações Negras

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...