sexta-feira, 13 de novembro de 2015

13 de Novembro

Esta é a data que vai ficar para toda a eternidade.



Foi o dia em que fiz a minha primeira grande viagem, antes só tinha voado para os Açores e para a Espanha sempre de carro.

Nunca tinha voado do ninho. Nunca tinha tido contas para pagar. Foi nesse dia que cresci, foi nesse dia que abandonei os meus pais, a minha casa, a minha cama.

Foi nesse dia que descobri que podia chorar todas as lágrimas do mundo, podia chorar o equivalente ao Rio Nilo, no entanto, as lágrimas não me iriam acabar. 


É bem verdade.

Foi a partir daí que a vida mudou. Foi aí que a aventura começou. Foi aí que me redescobri! Lembro-me como se fosse hoje. 

Na véspera da partida passei a tarde à espera no Hospital da Feira para entregar o meu CV, acabei por desistir, os meus pais estavam a fazer uma «pequena ceia de NAtal» e eu nao podia estar ali a noite toda! Afinal tanto eu como os meus pais sabíamos que eu não regressaria a tempo do NAtal...

A Ana Lúcia a ligar-me durante a noite, ainda nem o check in tinha feito, a trenga...

A despedida, as lágrimas dos meus pais e da minha irmã.
O Video do P* a dizer-me que tudo ia correr bem, adormeci durante meses a ver esse video!
O voo, olhar para trás e ver a Ana e sempre que eu olhava para ela, ela chorava e eu chorava com ela ou vice versa.
O Hospedeiro gostoso e a sandes de Atum que a Ana não gostava...

Apanhar o autocarro e descobrir o mundo. 
As casas peculiares, andar em contra a mão.
A aventura que foi até comprar os cartões de telemóvel.

A casa nova.
O quarto grande.
As festas pijama no meu quarto.
A Ana que chuchava no dedo.

O meu iPhone 6 e os visores sempre a partir.

O Natal com um bando de gente que foi a minha pseudo família durante meses.

As chatices...
Ver a tralha do IKEA toda à minha espera, montar um sofá.... 

As viagens a Portugal...
A primeira vez que o P* me veio visitar... e todas as outras vezes...
Um ovo estrelado no chão e tantas outras palermices, tantos disparates e tantas confusões...

Ficaram memórias...

A primeira vez que a minha mãe que a minha irmã e a minha mãe me vieram buscar, a mudança para a nossa casa nova...


1 ano depois e e estou com o Paulo. 
A 100%, vivemos juntos, e não há nada melhor na vida que ter o Homem que amamos ao nosso lado.

Num ano perdi o homem que amava e encontrei-me como pessoa, comecei a pagar contas, descobri o que queria da vida e lutei por isso! Recuperei o homem da minha vida...
Apaixonei-me pela minha profissão... Vi neve da minha cama... Encontrei a casa onde queria começar a minha vida com o P* ... Re-começamos a nossa vida...

Agora comemoramos juntos todas as vitórias e apoiamo-nos juntos... abraçamo-nos nas derrotas e ansiamos juntos por tempos melhores. 
E estamos perto de celebrar o 3º Ano juntos e estamos perto também prestes a receber a minha família no Natal, na nossa casa...

1 Ano que muitas vezes pareceu uma década e noutras tantas pareceu apenas 3 meses...

TANTA COISA MUDOU.

O amor é o mais importante na vida... E eu hei-de lutar sempre...

Obrigada por nos terem acompanhado durante este longo ano!


Deixo-vos um Álbum Fotográfico deste ano tão maravilhoso!


























1 comentário:

  1. Fico tão contente por ti Mariana! :)
    Esse tua experiência.. faz me pensar quando fui estudar 6 meses para a Holanda. Não tinha contas a pagar, mas tinha que me governar.. Saber organizar-me. Sair da minha zona do conforto.. Custou, mas foi a melhor experiência de vida! Não és feliz em PT és lá fora, mas o que interessa é que és feliz!!
    Beijinhos
    Miss Giggles

    ResponderEliminar

Ola! Gostaste do post? Tens alguma opinião sobre o assunto?
Comenta ;)
Saudações Negras

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...